junho 03, 2012


Nunca aquela cabeça fora tão poética como no momento em que ia cair.

Nenhum comentário: