julho 11, 2013

Salvem a mobília (diz o gajo dentro do armário)


Os ratos e as montanhas não combinam. Estas, diz-se, lá vão parindo uns ratos, quando podem. O contrário não se conhece. Valha-nos para o caso a inexistência de montanhas, já quanto aos ratos a coisa pia mais fino, com a concorrência desproporcionada das ratazanas. Em rigor a ratazana pariu um rato: aparentemente. Mas com combinações genéticas que implicam mudanças e outras chafurdices no esgoto. Dá-se o caso que alguns dos roedores são ratos do campo, pequenos e de andar esguio, mais interessados nas pequenas sobras que vão encontrando junto aos caminhos. Estamos perante uma decisão salomónica ao contrário: não se divide em pedaços equitativos, cola-se com cuspe os fanecos…equitativamente. Salvem a mobília...

2 comentários:

Anônimo disse...

temos estrada para a violência, não Nicha? foda-se

A.B.A

GabrielP. disse...

hehehehe
arriba! avanti...
We're on a road to nowhere:)