abril 10, 2013

Não acumulável com outras campanhas



Companheiro de luta Coelhaspar: é com pasmo que não omito a minha inocência, o senhor saberá, sobretudo, respeitar a total ineficácia da minha voz e o teor de quaisquer considerações perante a sua missiva (entre outras) digamos, profiláctica, passo por alto os detalhes sem, contudo, lhe reconhecer maior desdém do que aquele com que simpaticamente me adornou os dias, sendo o melhor aviso o tal que chega sempre acoplado ao retardado (mas inevitável) bofetão. 

4 comentários:

Anônimo disse...

uma vendetta sobre a populaça, reveladora da casta de incompetentes lambe cus que nos governam…
esta posta dava um grande início de uma carta aberta.

Artur

GabrielP. disse...

:)

é mais uma narrativa ehehehe tão em voga...de lambe cus bem aforrados:)não duvide

Gerónimo cão disse...

um grande início meio fim de uma carta aberta...não acumulável com outras campanhas:)

GabrielP. disse...

:)

para parafrasear, vai desaguar tudo em chispalhada na ponte, mais um recorde mundial eheeheh